Uma das maiores aberrações deste século, no meu entender, são as igrejas neopentecostais. Não me detive ainda a estuda-las a fundo, mas sempre tive a percepção de que seguem um modelo detalhadamente planejado de cooptação intelectual. Marketing, psicologia, neurolinguística e neurologia seguramente foram utilizados neste planejamento.

Uma suposta igreja que se diz seguir os ideais de Lutero, que defendia a ideia de que justamente as igrejas e suas indulgências eram inúteis, que as pessoas poderiam apenas unirem, mesmo que em prece, de onde estiverem, para praticar a “religação”.

Mas as aberrações neopentecostais se valem de templos que ostentam luxo e riqueza e comercializam suas caríssimas indulgências, desde meros feijões mágicos a terrenos no céu, passando por uma infinidade de objetos “ungidos”.

Outra questão curiosa e que criaram um modelo de competitividade, onde o individualismo através de sua aceitação e conquista de capital social em relação a seus pares passou a ser mais importante do que a “religação”. O pensar e agir coletivo mudou para o pensar coletivo e agir individual, isso explica como este modelo de igreja se tornou materialista. Seus membros não mais praticam a “religação!”, mas objetivam ganhos materiais individuais prometidos pelos lideres àqueles que se destacarem entre os seus.

Isto talvez explique como uma igreja que se diz cristã, se posiciona ideologicamente contra os princípios comunistas de Jesus, e o fazem de tal forma que encaram os “comunistas” como inimigos, engrossando o caldo daqueles que são contra o comunismo, mas não fazem a menor idéia do que de fato sejam as idéias comunistas.

O deslocamento da Janela de Overton, dentro desta igreja é tamanha, que em 2018 não só fizeram campanha, com mão de arminha inclusive, como votaram num sujeito que sempre se mostrou a antítese do cristianismo. Agora além de termos cristãos anti-comunistas, temos cristãos anti-comunistas e armamentistas, que num paradoxo delirante, na mesma intensidade se posicionam contra o aborto e apoiam a idéia armamentista e a violência contra aqueles que rotulam de “satânicos”.

Isto é realmente perigoso, porque na lógica que se está construindo, qualquer um pode ganhar este rótulo de satânico, a começar pelos comunistas, que assim são rotulados sem nenhum critério real, apenas por discordarem deles.

Este perigo se mostrou evidente, quando da união impensável destas igrejas com o crime organizado e as milícias no Rio de Janeiro, uma verdadeira bomba prestes a explodir a qualquer momento.

Como se não bastasse um determinado político publicou um vídeo nas redes sociais fazendo justamente esta associação entre satanismo e comunismo, e de forma sutil pregando a eliminação destes pura e simplesmente. E o assustador disto foi termos um lider de uma destas igrejas não só compartilhando estes vídeo, como incentivando tais idéias delirantes.

Por conta da emergência sanitária que estamos vivendo, onde o Brasil se tornou o epicentro da crise com números absurdos de óbitos, e sob o risco de uma verdadeira catástrofe sanitária ainda maior, o lockdown se tornou uma das medidas urgentes e indispensáveis. E este lockdown incluiu as igrejas e templos religiosos, todos eles.

O mais impressionante foi uma ação movida por juristas evangélicos pela abertura das igrejas, indiferente à situação calamitosa que vive o país. De forma monocromática, o Ministro do STF, indicado pelo atual presidente da república acatou e determinou a reabertura destas igrejas.

O resultado disto, é que esta decisão bate de frente com outra decisão conjunta da corte, que da autonomia para prefeitos e governadores para politicas de combate a pandemia em suas regiões administrativas. E isto tem provocado um alvoroço nas redes sociais, onde usuários e principalmente robôs estão associando prefeitos e governadores – que optaram por manter as igrejas fechadas, mesmo depois da decisão do ministro – a comunistas.

Estamos caminhando para um momento muito bizarro, onde o país governado por um sujeito que preza a morte e a tortura — inclusive não esconde este apreço de ninguém — é adorado por seguidores destas igrejas, que sob o comando de seus lideres, parecem estar caminhando para um perigoso conflito, em favor…. da morte….


    0 comentário

    Leave a Reply

    %d bloggers like this: